Home Consciência Você não é irracional, apenas toma decisões quânticas

Você não é irracional, apenas toma decisões quânticas

5 min de leitura
1
0

Da próxima vez que alguém lhe acusar de tomar uma decisão irracional, apenas explique que você está obedecendo as leis da física quântica.

worm-hole-644117_640

Uma nova tendência que começa a tomar forma na Psicologia não apenas usa a física quântica para explicar o jeito de pensar às vezes paradoxal dos seres humanos, mas também pode ajudar os pesquisadores a resolver certas contradições entre os resultados dos estudos psicológicos, que igualmente trazem muitas conclusões contraditórias.

“Nós acumulamos resultados paradoxais demais no campo da cognição, especialmente na área da tomada de decisão,” explica Zheng Joyce Wang, da Universidade de Ohio (EUA), cuja equipe tenta modelar matematicamente nossos processos de tomada de decisão.

“Sempre que surge algo que não é consistente com as teorias clássicas, nós frequentemente rotulamos isso como ‘irracional’. Mas, a partir da perspectiva da cognição quântica, alguns resultados não são mais irracionais. Eles são consistentes com a teoria quântica e com a forma como as pessoas realmente se comportam.”

Pensar em um formato quântico – essencialmente não seguir a abordagem convencional baseada na teoria lógica clássica e sua causalidade tipo vetorial – permite que os seres humanos tomem decisões importantes em face das incertezas, e nos permite enfrentar questões complexas, apesar de nossos recursos mentais limitados.

Cognição quântica

A física quântica lida bem com a ambiguidade no mundo físico. O estado de uma partícula, por exemplo, a energia que ela contém, a sua localização, todos são dados incertos e têm que ser calculados em termos de probabilidades.

A cognição quântica estuda o que acontece quando os seres humanos têm que lidar com a ambiguidade mentalmente. Às vezes não temos certeza sobre como nos sentimos, ou nos sentimos ambíguos sobre qual opção escolher, ou temos que tomar decisões com base em informações limitadas. Ainda assim, tomamos as decisões e seguimos adiante – em um mero raciocínio vetorial, ficaríamos travados.

“Nosso cérebro não pode armazenar tudo. Nós nem sempre temos atitudes claras sobre as coisas. Mas quando você me fizer uma questão, como ‘O que você quer para o jantar?’, eu tenho que pensar sobre isso e descobrir ou construir uma resposta clara imediatamente,” disse Wang. “Essa é a cognição quântica.”

Fonte: Diário da Saúde


Carregar mais posts relacionados
Carregar mais em Consciência

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *