Home Bem-estar Temperaturas baixas podem agravar quadros de dores articulares e musculares

Temperaturas baixas podem agravar quadros de dores articulares e musculares

9 min de leitura
0
0
woman on top of the building photo

Atitudes simples como usar gorros, cachecol, luvas e meias de lã podem prevenir ou melhorar os quadros dolorosos. Movimentar-se também é essencial

Apesar de as temperaturas terem subido um pouco, a onda de frio que atingiu alguns estados do Brasil assustou a população. O que poucas pessoas sabem é que as baixas temperaturas podem causar uma série de doenças ou ainda agravar algumas condições musculoesqueléticas.

Segundo a fisioterapeuta Walkíria Brunetti, especialista em Pilates e RPG, nos dias frios as pessoas tendem a ficar mais tensas, mais contraídas. “Dessa maneira, a musculatura fica mais rígida e menos flexível. A partir disso, quando a pessoa faz algum movimento que demanda mais flexibilidade, ela pode sentir um desconforto maior”.

“Outra causa das dores articulares mais intensas nos dias frios é que, em geral, a tendência é ficar em casa, embaixo das cobertas, com redução das atividades físicas. Ou seja, essa inatividade também prejudica o sistema musculoesquelético”, reforça a fisioterapeuta.

Tensão aumenta dor

Walkíria explica que pessoas com desgaste na cervical ou com algum problema prévio na cervical, com uma hérnia de disco, por exemplo, podem sentir um agravamento da dor devido à contração da musculatura da região do pescoço e dos ombros.

“A mesma situação pode acontecer nas outras articulações que já possuem um processo degenerativo ou uma doença musculoesquelética. Entre elas podemos citar osteoartrose, artrite reumatoide, espondiloses, bursites e tendinites”, aponta a especialista.

Nesse sentido, o desconforto quase sempre vai se concentrar nas articulações e regiões em que já existe algum problema. Por fim, quem apresenta problemas na fáscia, tecido que reveste todo o sistema musculoesquelético, também pode apresentar um agravamento da dor.

Tudo quentinho

A boa notícia é que é perfeitamente possível evitar uma piora das dores quando as temperaturas estiverem baixas. Aproveite que o frio deu uma trégua e se prepare para as próximas ondas geladas.

O primeiro passo é identificar a região corporal em que mais sente frio. A partir disso, você precisa proteger essa área, da seguinte maneira:

  • Frio no pescoço ou região peitoral: A recomendação é usar cachecol, lenços, blusas mais quentes, camisetas de gola rolê. A ideia é deixar a região bem aquecida para evitar levar muita tensão para os músculos da cervical.
  • Frio nos braços e mãos: A ideia é a mesma. Nas mãos, o ideal é usar luvas quando for possível e blusas quentinhas para aquecer a região dos braços.
  • Frio nas pernas ou região do quadril: Para essas áreas, a dica é usar meia-calça, calças tipo segundo pele ou até mesmo calças de lã. Quem trabalha em escritórios, por exemplo, pode até providenciar uma coberta para colocar nas pernas enquanto trabalha.
  • Frio nos pés: Além de meias mais quentes, como as de lã, hoje em dia há botas forradas com tecidos que promovem um efeito térmico mais intenso.

Frio na hora de dormir?

A hora de dormir também tem bastante impacto na piora das dores, pois a pessoa tende a ficar mais encolhida na cama por causa do frio.
Veja algumas dicas

  • Procure lençóis de flanela, soft ou tecido similar
  • Caso não ache um lençol mais quentinho, vale colocar um cobertor mais leve em cima do lençol, que dá a mesma sensação
  • Para quem pode, existem os cobertores térmicos que são ligados na tomada e esquentam a cama
  • Outra dica é colocar uma bolsa térmica embaixo das cobertas antes de se deitar

Walkíria ressalta que a bolsa térmica é um ótimo recurso para os momentos dolorosos. “A ideia é aplicar a bolsa nas articulações ou regiões doloridas. O calor leva ao relaxamento muscular e, portanto, melhora a dor”.

“Por fim, é muito importante manter a rotina de atividades físicas. Mesmo em casa, o ideal é se movimentar, se alongar, fazer uma caminhada. Quanto mais parada a pessoa ficar, maior serão os danos para os músculos e articulações”, finaliza Walkíria.

Carregar mais posts relacionados
Carregar mais em Bem-estar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja Também

7 hábitos e posturas que prejudicam os ombros

Você pode não perceber, mas seus hábitos e posturas adotados no dia a …