Home Bem-estar Saúde Fisioterapia aquática: alívio para quem sofre com o reumatismo

Fisioterapia aquática: alívio para quem sofre com o reumatismo

4 min de leitura
0
0

Muitos acreditam que o reumatismo pode surgir com o passar dos anos e com a chegada da terceira idade. É aí que se enganam!

O reumatismo é um conjunto de doenças com causas diversas, mas, sintomas parecidos, que compromete articulações, ossos, músculos e tendões.

Algumas dessas doenças são mais comuns em adultos, outras em idosos e outras em jovens e crianças.

Os sintomas da doença são variados e entre os mais comuns estão dores no local, inflamações e fraqueza nos músculos e dificuldade em realizar movimentos.

Segundo o fisioterapeuta Rogério Celso Ferreira, diretor clínico da Fisior Hidroterapia de Belo Horizonte (MG), em algumas doenças reumáticas podem ocorrer também dores de cabeça, quedas de cabelo e lesões na pele; em outras, cansaço, emagrecimento e febre.

Terapia aquática

Uma das formas de tratar o reumatismo é por meio da hidroterapia.

“A prática da fisioterapia aquática promove o relaxamento do corpo ao mesmo tempo em que favorece o reforço muscular, além de produzir sensações de conforto e bem-estar. O exercício é bem indicado para pacientes com reumatismo, casos ortopédicos, neurológicos, psicológicos, pediátricos e respiratórios”

explica o especialista, uma das principais referências em Belo Horizonte quando se trata de hidroterapia.

O exercício aquático nos casos de reumatismo é importante para minimizar a fraqueza muscular, os níveis de dor e as disfunções posturais; além de ser uma importante forma de retomada do convívio social e de socialização.

“A fisioterapia aquática é uma excelente opção no tratamento de doenças reumáticas. Por ser realizada em piscina terapêutica e com água aquecida, ela permite que o paciente reumático tenha maior facilidade na realização de esforços com as articulações acometidas. Os benefícios da prática são amplos, incluindo restauração da força muscular, alívio da dor, diminuição da rigidez e recuperação da segurança nos movimentos, mesmo os mais simples do dia a dia”, conclui o especialista.


Recomendados

livros recomendados - lista amazon

Comentário(s)

Carregar mais posts relacionados
Carregar mais em Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Osteoporose: a falta de cálcio

Silenciosa, a osteoporose atinge cerca de dez milhões de brasileiros, sendo as mulh…