Home Bem-estar Saúde Echinacea Purpurea fortalece a imunidade e ajuda no combate às infecções respiratórias

Echinacea Purpurea fortalece a imunidade e ajuda no combate às infecções respiratórias

12 min de leitura
0
0

Medicamento aumenta a produção de anticorpos que potencializam a imunidade humoral

Echinacea purpurea
Echinacea purpurea é uma espécie de planta norte-americana da família dos girassóis.

Embora não exista nada conclusivo até o presente momento contra o novo vírus COVID-19 (coronavírus) variados grupos de médicos têm indicado o aumento da imunidade como uma importante medida de cuidados com a saúde, principalmente em tempos da atual pandemia no Brasil e no mundo.

Os Doutores Guazi Raqueb Chahda (CRM 40648) e Marcella Garcez Duarte, médica nutróloga especialista em fitoterapia (CRMPR 16019), explicam que:

“Um estilo de vida saudável, uma boa alimentação e uso de substâncias indicadas por um profissional de saúde para melhorar a imunidade são muito bem-vindas para que nossos anticorpos estejam mais preparados no combate a todos os tipos de infecções respiratórias. Entretanto, nada disso substitui a importância de medidas de higiene – como lavar as mãos com água e sabão, constantemente – assim como a quarentena decretada pelas autoridades competentes, que nos protege de uma contaminação em massa”.

Umas das substâncias recomendadas para a melhora da imunidade tem sido o extrato padronizado de Echinacea Purpurea. A extensa lista de publicações de artigos e estudos clínicos comprovaram que a Echinacea Purpurea* ( ou Equinácea Purpúrea)  padronizada tem efeitos imunomoduladores e antioxidantes, e os medicamentos à base desta substância são utilizados atualmente com aprovação da Anvisa como preventivo e coadjuvante na terapia de resfriados e infecções do trato respiratório e urinário.

Estímulo e aumento dos mecanismos de defesa do organismo

Vários estudos reforçam que a Echinacea Purpurea padronizada estimula macrófagos e estimula a proliferação de linfócitos T (ambas células de defesa do organismo), além de aumentar a produção de citocinas, especialmente o interferon gama (mecanismos das células infectadas que tendem a produzir proteínas que impedem a replicação do vírus), aumentando assim a imunidade celular. (Freier et al. 2003) 3-7

Outros estudos demonstraram que o medicamento aumenta a produção dos anticorpos IgM e IgG e potencializa a imunidade humoral. (Percival, 2000 – https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/10825459) 4

As propriedades imunomoduladoras de um extrato padronizado da planta têm sido testadas em diversas análises científicas contra infecções respiratórias causadas por inúmeros vírus [influenza humano (H3N2, H5N1, H7N7 e H1N1) e aviário testadas (incluindo a cepa resistente ao Tamiflu), bem como vírus herpes simplex, vírus sincicial respiratório e rinovírus] 3-7.

Estas ações foram comprovadas em estudo clínicos em pacientes com infecção aguda do trato respiratório, ao qual se registrou a redução da duração da doença e melhora significativa dos sintomas entre os pacientes tratados. (VOLK et al., 2014) 8

Avanço para novos estudos contra COVID-19

Mais recentemente, um estudo em fase de revisão, realizado por pesquisadores do Spiez Laboratory, órgão científico do governo da Suíça, em revisão no Virology Journal, reforça as evidências constatadas em análises anteriores de que medicamentos à base de Echinacea Purpura fortalecem o sistema imunológico e ajudam na prevenção de infecções respiratórias. A novidade, do novo teste realizado com o uso da Echinacea Pupurea padronizada contra infecções causadas por MERS e SARS-CoV, vírus anteriores ao COVID-19 (o coronavírus), relata:

“No presente estudo, mostramos que o coronavírus humano é prontamente inibido pela Echinacea Purpura in vitro, fortalecendo ainda mais seu uso como tratamento profilático contra uma ampla gama de vírus respiratórios que causam doenças pulmonares graves ou resfriado comum.

Além disso, um composto antiviral de ação ampla adequado para profilaxia a longo prazo após exposição, pode potencialmente reduzir as altas taxas de mortalidade associadas às infecções por MERS e SARSCoV. Devido ao seu modo de ação geral, novos coronavírus zoonóticos, como o SARS-CoV-2, também podem ser sensíveis a Echinacea Purpura, fornecendo potencialmente um tratamento profilático acessível e barato para infecções emergentes por coronavírus.” (https://www.researchsquare.com/article/rs-15282/v2 ) 1

Sobre a imunidade de pacientes infectados pelo novo coronavírus, um relato de caso publicado em 16 de março de 2020 na Nature Medicine, respeitado periódico internacional, demonstrou que células imunitárias juntamente com os anticorpos IgM e IgG foram os responsáveis pela cinética das respostas imunes contra o COVID-19. (https://www.nature.com/articles/s41591-020-0819-2) 2

Os Doutores, Chahda e Marcella, ressaltam que “o interessante estudo apontado acima ainda não foi publicado e precisa finalizar a fase de revisão, e que mesmo com numerosos artigos científicos relacionando a Echinacea Purpurea a doenças parecidas, seria muito preliminar apontá-lo como a cura para a propagação do novo vírus”.

Mesmo assim, os médicos admitem que “com a falta de soluções conclusivas para o caso, o aumento da imunidade é sempre uma medida de saúde importante contra a instalação de infecções respiratórias e suas complicações”.

Esclarecimento

Todas as Echinaceas são iguais?

Não, elas podem divergir da espécie e ser padronizada ou não. Por exemplo, as farmácias de manipulação não têm um controle rigoroso da qualidade do extrato, pois não repetem a análise na entrada do material, comprovando se o que estão adquirindo tem mesmo o que o fabricante atesta no laudo.

Em medicamentos registrados e aprovados pela Anvisa, todo medicamento é testado antes, durante e depois de sua fabricação comprovando a quantidade mínima (padronização) do ativo necessário à sua eficácia, através de metodologias validadas pelo controle de qualidade.

Existem diversos outros estudos que comprovam a eficácia da Echinacea Purpurea na melhora da imunidade (mais de 1200 artigos publicados: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/?term=echinacea+purpurea )

Referências
1. https://www.researchsquare.com/article/rs-15282/v2 (pré-publicação)
2. https://www.nature.com/articles/s41591-020-0819-2 (relato publicado)
3. Barrett B. 2003. Medicinal properties of Echinacea. Phytomedicine 10:6686
4. Percival S. 2000. Use of Echinacea in medicine. Biochemical Pharmacology 50:155158.
5. Freier DO, Wright K, Klein K, Voll D, Dabiri K, Cosulich K, George R. 2003. Enhancement of the humoral immune response by Echinacea purpurea. Immunopharmacology and Immunotoxicology 25(4):551-560
6. PLESCHKA, S. et all. Propriedades antivirais e modo de ação do extrato de Echinacea purpurea padronizado contra o vírus da Influenza aviária altamente patogênico (H5N1, H7M7) e H1N1 de origem suína (S-OIV) Virology Journal 2009, 6:197.
7. Bula Enax professional da saúde
8. VOLK et all. Echinacea for preventing and treating the common cold, 2014
(https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4068831/#R15)

*Echinacea purpurea é uma espécie de planta norte-americana da família dos girassóis.


Recomendados

livros recomendados - lista amazon

Comentário(s)

Carregar mais posts relacionados
Carregar mais em Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Como usar as plantas para trazer harmonia em 5 situações importantes da vida

Conhecimentos da Fitoenergética podem ser aplicados para superar dificuldades e limitações…