Home Bem-estar Saúde 4 Conselhos de uma Especialista para as Dores na Lombar

4 Conselhos de uma Especialista para as Dores na Lombar

8 min de leitura
0
0

A dor lombar, também conhecida como lombalgia, é uma condição muito comum já há muitos anos e que pode promover incapacidade funcional e até mesmo atrapalhar nossa vida social como um todo.

Quem já sentiu dores lombares sabe que elas dificultam as atividades rotineiras do dia-a-dia, como um simples caminhar ou se levantar ao ficar muito tempo sentado.

A dor lombar afeta cerca de 90% da população, sendo a maior causa de afastamento do trabalho e também uma das queixas mais encontradas em pronto atendimentos e consultórios médicos.

É desaconselhável se auto medicar pois a dor lombar pode ter várias origens. O melhor é procurar um especialista para avaliação do caso e que fará a recomendação do melhor tratamento.

Mas o que é a Dor Lombar?

A dor lombar pode ser proveniente de vários fatores, sendo o mais comum deles, a degeneração (desgaste) promovida pelo envelhecimento. Também podem gerar dores lombares o sedentarismo, a má postura mantida, fatores genéticos, lesões traumáticas e até mesmo estresse emocional.

Muitos estudos são feitos diariamente a respeito disso e o que antigamente e era tido como verdade, hoje pode não ser mais.

Pensando nisso a fisioterapeuta Soraya Skaf, diretora da Cure Fisioterapia e Pilates, cita 4 coisas importantes que você precisa saber sobre as dores lombares e que com certeza vão te tranquilizar.


1) Sua coluna lombar é extremamente forte e estável! Se você já teve ou está tendo um episódio de lombalgia, NÃO SE DESESPERE. Essa condição extremamente comum tende a passar e não deixar sequelas motoras. Você vai sim voltar às suas atividades físicas de costume.

2) A coluna lombar gosta muito mais de movimento do que de repouso! Em momentos de crise, evite passar horas deitado, faça movimentos leves, caminhe. É importante que os músculos da região sejam acionados e nada melhor então, do que o movimento (claro, sem exageros).

3) 90% das hérnias de disco lombares não tem indicação cirúrgica! Ou seja, a fisioterapia especializada pode trazer resultados muito satisfatórios.

4) O exercício físico é um grande aliado! Sendo praticado de forma adequada e com orientação, ele pode promover melhora dos sintomas inclusive pela liberação de hormônios.

Além dos pontos acima, sempre vale enfatizar a importância de manter uma vida saudável para auxiliar na redução de dores nas costas. Como por exemplo;

– Fazer atividades físicas moderadas como caminhadas de 30 minutos 3 vezes por semana;

– Não fumar;

– Manter-se no peso ideal;

– Fortalecer os músculos do tronco e membros inferiores.

Essas são algumas informações que a especialista acha importante de serem divididas e que são comuns nas dores lombares. Obviamente que cada caso é um caso e precisa ser muito bem avaliado.

Mas sabe-se que muitos pacientes não atingem a melhora por falta de informação e por falta de suporte de um profissional especializado.

Esteja certo de que está sendo muito bem amparado por seu médico, fisioterapeuta, profissional de educação física e em breve estará de volta aos hábitos diários!

Soraya Skaf
Diretora Clínica da Cure Fisioterapia e Pilates
https://curefisioterapia.com.br
CREFITO: 13409-6F

 

Sobre a Cure Fisioterapia e Pilates

Clínica de fisioterapeutas especializados na prevenção e tratamento de todas as lesões ortopédicas. Atuando há mais de 8 anos no Bairro do Itaim Bibi, acreditamos que a união da prática baseada em evidência com a experiência clínica e tratamento individualizado é o segredo de uma reabilitação de qualidade com resultados satisfatórios. Fisioterapia manual, eletrotermofototerapia, mesa de descompressão eletrônica, exercícios de estabilização, fortalecimento muscular e controle motor compõem nosso arsenal de técnicas para benefício dos nossos pacientes.


Recomendados

livros recomendados - lista amazon

Comentário(s)

Carregar mais posts relacionados
Carregar mais em Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

7 Perguntas e Respostas sobre Dor na Coluna

Você sabia que até 85% da população irá sentir dor&…