Home Bem-estar Como Viver com Dor?

Como Viver com Dor?

5 min de leitura
0
0

A dor é uma sensação desagradável que nos alerta para algum potencial dano ao nosso corpo.


Desde muito pequenos é uma das primeiras sensações com que temos que lidar: sono, fome e dor.

Não há uma maneira objetiva de analisar a dor, ela pode ser aguda, fina, quente, fria, em pontada, espalhada, no corpo todo, pode ser dor cansada, em pancada, cólica e até em choque.

A dor já foi vista como punição divina, sinal de coragem e sacrifício, maneira de purificar os pecados, e até hoje é tida por muitos como companheira inseparável dos enfermos.

Com a evolução dos estudos médicos notou-se que a dor era um sintoma que sim alertava para algum problema, mas não só isso, ela podia repercutir na recuperação do paciente, na esfera psíquica, emocional, na autonomia e finalmente na qualidade de vida.

Dessa forma, para o tratamento da dor trabalhamos com o conceito de dor total, que engloba todos esses aspectos para um tratamento natural, integral, holístico e acima de tudo, eficaz.

São muitos os casos e tipos de dor: dor de cabeça – as cefaleias, dor na fibromialgia, dor pós-operatória, dor em atletas, dor pélvica crônica (endometriose, por exemplo), dores neuropáticas – aquelas causadas por alterações no sistema nervoso (pós-herpética, pós-AVC, trigeminal), dor em pacientes amputados, dor pela diabetes, dores osteo musculares, dor facial, dor lombar, dor causada pelo câncer ou seu tratamento…

Ninguém precisa e nem deve viver refém da dor, há muitas maneiras de controlar e melhorar a capacidade funcional da pessoa com dor.

De acordo com a Dra. Yume Lais da Clínica Haya,

“é necessária uma avaliação completa do quadro, considerando as peculiaridades de cada pessoa. O tratamento da dor deve ser totalmente personalizado, pois consideramos que cada pessoa tem o seu plano de tratamento ideal”.

Atualmente já existem tratamentos naturais e alternativos como a Terapia Quântica e a Ozonioterapia que são poderosos aliados no combate à dor, especialmente para aquelas pessoas que não querem depender de remédios alopáticos.

Se você tem dor, procure o médico especialista em dor. Este profissional é o mais capacitado para compreender a sua dor e assim traçar um plano em busca do alívio do sofrimento e melhora da qualidade de vida.

 


Recomendados


Comentário(s)

Carregar mais posts relacionados
Carregar mais em Bem-estar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Dor do crescimento: como diferenciá-la de outros incômodos

Ortopedista pediátrico explica algumas características para ajudar os pais e…