Home Bem-estar Fitness Pilates, uma filosofia de vida

Pilates, uma filosofia de vida

6 min de leitura
4
0

Lá fora centenas de motoristas continuam sentados atrás do volante esperando, pacientemente ou não, o trânsito fluir. O burburinho de buzina e ruído de motores parecem fazer o ar, cheio de dióxido de carbono, ainda mais pesado. Após um dia de trabalho, tudo o que se quer é chegar em casa, mas a maioria das pessoas sabe que isso ainda está longe de acontecer. O cenário não chega a ser uma praça de guerra ou um hospital para feridos em batalha – mas a analogia serve bem.

pilates

Há quase um século, Joseph Pilates imaginou uma forma de alongar o corpo e, tendo como base a respiração, a concentração e o controle, dar paz à mente em meio à desordem da I Guerra Mundial. E conseguiu criar uma técnica que restaura o equilíbrio reduzindo o estresse ao mesmo tempo em que alinha a postura. Um oásis de paz em meio ao caos.

Quando o alemão idealizou a técnica que leva seu nome, talvez sem perceber criou um modo de vida, onde a harmonia entre corpo e mente funciona de forma holística. Sem restrições de idade ou sexo, as séries de exercícios propiciam um controle sobre o corpo por meio do estímulo a determinados grupos de músculos, obedecendo a ritmos respiratórios que aliviam a tensão, combatendo o estresse e a ansiedade.

Ao realinhar a coluna não acontece apenas um conforto físico, mas também mental de um relaxamento profundo. O fortalecimento abdominal e o alongamento reabilitam patologias de uma forma natural e prolongada.

E não é difícil entender. O estresse causado pelo trânsito ou a ansiedade do dia a dia provocam uma forma de respirar muito peculiar: diferente da normal, ela gera um bloqueio no diafragma.

O Pilates praticamente ensina o indivíduo a respirar, associando exercícios de inspiração e expiração. Ao trabalhar o conjunto de músculos que Joseph Pilates chamou de “power house”, a estabilidade do coro é restaurada, reduzindo a tensão na musculatura acessória dos ombros e do pescoço, melhorando a sustentação lombar e pélvica.

A consciência corporal melhora a postura e previne lesões tanto quanto reduz o impacto negativo da vida em um grande e nervoso centro urbano como São Paulo, por exemplo.

A concentração conseguida com os exercícios, desde que feitos na angulação e padrão de movimentos corretos, propiciam o perfeito controle da mente sobre o corpo não apenas na hora dos exercícios, mas durante todo o dia, nas mais variadas situações. Mais do que uma técnica, Pilates criou uma filosofia de vida, que atravessa os anos tanto mais necessária ao equilíbrio do ser humano. Uma forma de ser e viver, naturalmente saudável e em perfeita harmonia.


Recomendados

livros recomendados - lista amazon

Comentário(s)

Carregar mais posts relacionados
Carregar mais em Fitness

4 Comentários

  1. felipesplinter@gmail.com'

    Felipe Bazon

    26 de setembro de 2014 at 15:32

    Realmente, estou praticando Pilates há três meses e me sinto muito mais relaxado.

    Reply

  2. carolinamariademoura@gmail.com'

    Carolina Peres

    26 de setembro de 2014 at 21:57

    Pilates é a melhor coisa para se fazer. Texto muito bom! :)

    Reply

  3. evidal@adatto.com.br'

    Emmanuele Vidal

    26 de setembro de 2014 at 21:58

    Pilates realmente é a minha filosofia de vida!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Pilates melhora o rendimento em corridas

Método é ótima opção para coordenação, co…