Home Bem-estar 11 Mitos e Verdades sobre Clareamento Dental

11 Mitos e Verdades sobre Clareamento Dental

7 min de leitura
1
0

Sabemos que ter os dentes brancos não é só uma questão de estética. Mesmo porque, muitas vezes as pessoas com dentes escurecidos ficam com vergonha de sorrir, se acham envelhecidas e evitam até falar e conviver com outras pessoas.

Por isso a procura por tratamentos de clareamento, seja em casa ou no consultório, vem crescendo tanto nos últimos anos. Pedimos ao cirurgião-dentista Daniel Sene, da Clean Odontologia, desvendar os principais mitos e verdades que envolve essa técnica.

 

1. Qualquer pessoa pode submeter-se ao tratamento.

VERDADE. O clareamento é indicado para quaisquer pessoas que queiram clarear os dentes, mas é contra indicado para as gestantes.

 

2. O clareamento estraga o esmalte dos dentes.

MENTIRA. Os produtos usados, independente da técnica, não causam nenhum dano a estrutura do dente mesmo porque eles apenas removem o pigmento corante que está no dente.

 

3. Escovar os dentes com bicarbonato de sódio ajuda a clarear os dentes.

EM PARTES. O bicarbonato pode até clarear, pois faz uma espécie de limpeza nos dentes. Mas não é indicado porque tem o efeito semelhante ao de uma lixa e, quando usado com frequência pode riscar o esmalte, retrair a gengiva e causar sensibilidade dentária.

 

4. O método mais eficaz é o clareamento a laser.

MENTIRA. O clareamento a laser, ao contrário do caseiro, tende a clarear os dentes mais rapidamente, mas possui menor poder de penetração, ou seja, logo os dentes voltam à cor original.

 

5. O melhor é aliar o clareamento caseiro com o a laser.

VERDADE. Um tratamento praticamente complementa o outro mesmo porque o laser age nas manchas mais superficiais enquanto o caseiro age mais internamente. E ainda, o caseiro é uma maneira de prolongar o resultado obtido com o laser.

 

6. O clareamento deixa os dentes mais sensíveis.

MENTIRA. Claro que isto varia para cada pessoa, mas normalmente não acontece mesmo porque atualmente, existem produtos e técnicas que amenizam muito este tipo de problema. Mas, se o paciente tem retração gengival pode haver sim sensibilidade durante o processo.

 

7. O clareamento altera as restaurações já existentes.

MENTIRA.  Como a cor das restaurações não sofre a ação dos clareadores, podem ficar mais escuras do que os dentes clareados, causando desarmonia estética.  Nesse caso o paciente precisa saber que talvez tenha de trocar ou retocar as restaurações antigas.

 

8. O dente clareado pode escurecer novamente.

VERDADE. Em contato com alimentos pigmentantes eles podem sim escurecer, mas nunca como era antes. Justamente por isso, recomendamos, após um a dois anos, uma manutenção.

 

9. O resultado ficará artificial.

MENTIRA. O dente deixa de ficar natural quando é revestido por materiais que não copiam exatamente as diferentes cores de cada dente, o clareamento respeita o tom natural.

 

10. Após clareamento vinho, café e outros alimentos corantes não devem ser consumidos.

MENTIRA. Durante o clareamento, deve-se sim evitar a ingestão de alguns alimentos e bebidas corantes beterraba, açaí, chocolate, chá, café e vinho tinto. Isto porque, os dentes estarão com seus “poros” abertos e por isso, podem manchar durante sua ingestão. Depois do processo concluído, não há o menor problema em voltar a ingerir estes alimentos e bebidas, mas lembre-se que a escovação correta é essencial para manter o resultado.

 

11. O clareamento não é indicado para fumantes.

MENTIRA.  O que pode acontecer é dos dentes amarelarem mais rapidamente.

 

Sobre a Clean Odontologia

Com técnicas avançadas e tratamentos indolores, a Clean Odontologia tornou-se referência em São Paulo, com três unidades na capital paulista, onde oferece tratamentos de última geração em saúde bucal, tanto nos procedimentos mais simples como nos casos de reabilitação oral completa. Com a supervisão geral do Dr. Daniel Sene Vasconcellos, a equipe conta com profissionais atenciosos e altamente capacitados, com diferentes especializações, para prestar um atendimento personalizado e multidisciplinar, com a indicação de diferentes técnicas de acordo com cada caso.


Carregar mais posts relacionados
Carregar mais em Bem-estar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Fumar causa a perda dos dentes: saiba como se prevenir

A especialista Bruna Ghiraldini explica o que fazer para impedir que o problema surja e as…