Home Bem-estar Saúde Bruxismo: causas e tratamento

Bruxismo: causas e tratamento

9 min de leitura
0
0

O bruxismo, de maneira simplificada, é o ranger ou apertar dos dentes de forma involuntária. Por ser muito mais comum do que parece, suas questões, principalmente as causas, são de extrema importância, exatamente por não haver um consenso.

Imagem: Freepik

 

O bruxismo ainda se divide em dois tipos: o crônico, que ocorre sempre; e o esporádico, que acontece com menor frequência, quando a pessoa passa por momentos de estresse e de tensão. Independente do tipo, é importante fazer o acompanhamento junto ao consultório odontológico especializado no assunto.

Confira a seguir quais são os principais sintomas, as causas e qual o tratamento indicado, uma vez que não possui cura. Procure uma clínica especializada para um diagnóstico completo. 

Sinais e sintomas

Essa condição, na maioria das vezes, ocorre durante a noite, o que muitas vezes impede que as pessoas percebam que têm esse problema, principalmente por ser um ato involuntário. O bruxismo normalmente acomete crianças e costuma desaparecer entre a adolescência até a fase adulta.

Ao acordar, os principais sintomas são:

  • Músculos da mandíbula doloridos;
  • Esmalte dental desgastado;
  • Aumento da sensibilidade;
  • Dor de cabeça;
  • Amolecimento dos dentes;
  • Dor e zumbido no ouvido;
  • Dentes danificados e até restaurações perdidas.

 

A principal questão é que sentir dor nunca é normal. Por isso, se você perceber que dores na mandíbula e até mesmo de cabeça têm sido recorrentes logo após acordar ou então em momentos cruciais do dia como a escovação e a mastigação, é importante investigar junto ao consultório odontológico quais podem ser as causas e qual o melhor tratamento.

O diagnóstico costuma ser realizado no consultório odontológico, em uma análise clínica feita pelo dentista. Um exame mais profundo pode descartar o bruxismo, deixando aberto para outros problemas como: disfunção da ATM e outros distúrbios dentários. 

Causas

O bruxismo pode estar ligado a fatores genéticos, problemas físicos de fechamento inadequado da boca, mas são principalmente por questões emocionais que ocorrem, como a ansiedade, estresse e tensão.

É muito difícil indicar uma causa única para essa condição e até mesmo de reconhecê-la como um problema, por isso o seu tratamento não é definido, podendo variar em diversos casos, como também dependendo da clínica e do profissional.

Tratamento

Como já dito anteriormente, o bruxismo não tem cura. O que existem são tratamentos paliativos para aliviar a pressão que um dente faz no outro, diminuindo as dores e maiores problemas.

Muitos indicam o tratamento feito por vários profissionais ao mesmo tempo. Por isso, ao buscar em um consultório odontológico um dentista para tratar dessa questão, ele pode aconselhar também que se passe em uma fonoaudióloga e em uma psicóloga, para que os procedimentos estejam todos alinhados entre eles, como uma busca pelo melhor tratamento possível.

Sendo assim, o principal objetivo do tratamento é reduzir tanto a dor, como também os impactos e danos permanentes que o ranger de dentes pode causar.

Normalmente, é utilizado uma placa nos dentes, durante a noite, que funciona como uma espécie de amortecimento, evitando que eles se toquem, e dessa forma, evita também o desgaste que provavelmente ocorreria.

Existem vários tipos diferentes de placas e elas sempre são moldadas de acordo com a arcada dentária do paciente. As placas rígidas de acrílico e as interoclusais flexíveis de silicone são as mais comuns. Elas ajudam a limitar a movimentação dos músculos mastigatórios. 

Em alguns casos, medicamentos ansiolíticos são utilizados para controlar o quadro de estresse que normalmente está associado a causa do bruxismo. Além disso, encontrar maneiras de aliviar o estresse ea ansiedade durante o dia pode ser essencial para um tratamento eficiente.

Realizar atividades físicas é uma alternativa para aliviar as questões do cotidiano, como também a procura por fazer terapia com um acompanhamento psicológico pode ser uma saída.

Além disso, é muito importante sempre visitar o consultório odontológico, pois é através dos exames de rotina que muitas vezes o diagnóstico do bruxismo e feito, podendo ser tratado da maneira mais adequada de acordo com as necessidades do paciente.

 


Recomendados

livros recomendados - lista amazon

Comentário(s)

Carregar mais posts relacionados
Carregar mais em Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Dentista alerta para a necessidade da profilaxia para a saúde bucal

Profilaxia é um termo muito utilizado na medicina e na odontologia, que são …