Home Bem-estar Saúde Psicologia “Não é vidência, é psicologia”: diz neuropsicóloga que faz sucesso ao usar o tarô psicológico para tratar seus pacientes

“Não é vidência, é psicologia”: diz neuropsicóloga que faz sucesso ao usar o tarô psicológico para tratar seus pacientes

3 min de leitura
0
0

Com uma voz suave, uma paciência cativante como uma grande observadora, a neuropsicóloga Roselene Espírito Santo Wagner, como o próprio nome sugere, tem sido o Espírito Santo na vida de muitas pessoas.

Tarot

Com consultas presenciais e online, já que tem clientes em diversas regiões do Brasil e no exterior, a neuropsicóloga usa a técnica do tarô psicológico com bastante sucesso. Por essa razão, seu amigo, parceiro de teorias e paciente, o filósofo Fabiano de Abreu, chegou a apelidá-la de ‘a psicóloga vidente’, devido a assertividade do método.

O Tarô é um jogo de cartas composto por um baralho de 78 cartas, que desde o século XVIII passou a ser usado para a previsão do futuro e integram o cerne do esoterismo moderno juntamente com a astrologia e a alquimia medieval, o que explica o fascínio que muitos tem pelo jogo.

No entanto, a Dra. Leninha revela que o tarô psicológico não se trata de vidência e sim de ciência, de psicologia:

Dra. Leninha

“Eu utilizo o Tarô Psicológico, para ajudar a pessoa a desenvolver autoconhecimento e revelar o seu inconsciente. Os conteúdos inconscientes irão emergir em ‘imagens’, em arquétipos. O homem precisa de seus símbolos, pois nem tudo o que sentimos sabemos dar nome. Não temos a nomenclatura correta para tudo. Quando alguém sabe interpretar e dar nomes as nossas emoções, sentimentos, impressões, isto traz alívio, pois deixa de ser ‘angústia’ e incompreensão”, aponta.

Segundo a neuropsicóloga, o tarô psicológico é eficaz porque o consciente é limitado e está sempre organizando tudo em camadas: “o inconsciente, é atemporal, acrítico e muitas vezes caótico. Por essa razão, utilizo as imagens e símbolos para acessar de forma mais rápida esses conteúdos , trazendo-os à tona. Para que sejam reconhecidos como seus, sendo assim aceitos e identificados, para posteriormente serem organizados e modificados, trazendo uma aparição em nova versão da própria pessoa”.

 


Recomendados

livros recomendados - lista amazon

Comentário(s)

Carregar mais posts relacionados
Carregar mais em Psicologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Dia Mundial do Cérebro: segredos de uma mente saudável

Exercícios cognitivos desenvolvem habilidades como memória, concentração, raciocínio e cri…