Home Bem-estar Saúde Como funciona a reversão de vasectomia

Como funciona a reversão de vasectomia

5 min de leitura
0
0

Todo mundo sabe que a cirurgia que torna os homens estéreis é a vasectomia. Ao contrário da ligadura de trompas feita nas mulheres, esse procedimento oferece a possibilidade de reversão caso o paciente se arrependa da primeira cirurgia.

Apesar disso, muitas são as dúvidas acerca da reversão de vasectomia, por exemplo, como ela funciona de fato.

reversao-vasectomia2

“Partindo do princípio de que a vasectomia desconecta as partes dos canais deferentes, o primeiro passo durante a reversão e reconectá-las”, esclarece o Dr. Paulo Salustiano, urologista em Ipanema.

Ele ainda completa que “É necessária uma microcirurgia na região escrotal, realizando uma incisão de três a cinco centímetros. Localizadas as pontas dos canais deferentes, elas são suturadas”.

A anestesia usada no procedimento costuma ser geral, mesmo que não seja necessária a entubação, apenas uma máscara laríngea.

O paciente costuma ficar apenas 24 horas, ou menos, internado. O período de recuperação também é bem curto, de no mínimo 10 dias. Depois de 45 dias, um exame que mede a quantidade de espermatozoides no sêmen (espermograma) é indicado e o indivíduo também já podem voltar às relações sexuais.

Para quem a reversão de vasectomia está indicada?

Todos os homens com menos de 14 anos de vasectomia podem realizar o procedimento de reversão. “A porcentagem de sucesso ainda é dividida da seguinte forma: nos primeiros três, quatro anos, as chances atingem até 70%; depois dos 10 anos, a probabilidade é de cerca de 30%”, esclarece o urologista.

Nos pacientes com mais tempo, as fibroses (obstruções) vão ser criando logo abaixo dos canais deferentes. Isso significa que a cirurgia seria bem mais trabalhosa, pois haveria a necessidade de encontrar uma conexão fora da área de obstrução. Essa alternativa também não é a mais segura, já que não há garantias de eficácia.

Vale ressaltar que não há contraindicações para a reversão e vasectomia exceto o tempo da primeira cirurgia, mas é necessário analisar o contexto familiar, como idade da companheira.

Alguns cuidados especiais

Como qualquer outro procedimento cirúrgico, a reversão de vasectomia requer alguns cuidados especiais no pré-operatório, como a realização de um hemograma completo, um espermograma e exames na companheira para confirmar que não há nenhum problema de fertilidade.

No pós-cirurgia, é necessário, além do repouso, evitar qualquer tipo de trauma no local e tomar os medicamentos prescritos com disciplina.

O Dr. Paulo Salustiano finaliza dizendo que “Antes de tomar a decisão de fazer qualquer procedimento cirúrgico, é mais do que necessário pensar bem antes. Também é fundamental procurar um profissional de confiança”.


Recomendados

livros recomendados - lista amazon

Comentário(s)

Carregar mais posts relacionados
Carregar mais em Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Reversão de Vasectomia x Fertilização In Vitro: Qual o Método Indicado?

A vasectomia é uma ótima alternativa para os casais que não querem mais ter filhos. O méto…